Business Intelligence: o que é e por que analisar dados?

Business intelligence

Todos os dias tomamos decisões, seja de cunho pessoal ou de negócios. E são justamente essas decisões que determinam se vamos fracassar ou triunfar em nossos objetivos. 

Durante muitos anos, o fracasso ou sucesso de uma empresa dependia de bons líderes que sabiam tomar as decisões corretas o mais rápido possível. O perfil desses líderes, quase sempre, era de pessoas experientes, com boa intuição e muito conhecimento de mercado. Centenas de companhias construíram fortunas alicerçadas pelas decisões de seus líderes.

Com o avanço tecnológico, novos mercados foram surgindo e tornando cada vez mais competitiva a disputa de negócios. Com isso o espaço de manobra ao tomar decisões erradas foi ficando cada vez mais curto, e tomar uma decisão errada poderia sair muito caro.

Então, tomar decisões de forma inteligente, consistente e sistemática sem depender tanto do viés intuitivo de grandes executivos parece muito mais lógico e confiável. Sabendo que decisões assertivas dependem de muita experiência (informação) e inteligência, surgiu diversos conceitos que permitem coletar, gerenciar e distribuir os dados de uma empresa, e utilizá-los para gerar insights.

São esses conceitos que formam o que conhecemos hoje como Business Intelligence, ou Inteligência de Negócios. Neste artigo vamos entender melhor do que se trata e como usá-lo para tornar a sua empresa mais eficiente.

O que é Business Intelligence?

Muitos confundem o termo BI com uma ferramenta de negócios (como o Power BI é, por exemplo). Mas o conceito vai muito além de apenas um software. Business Intelligence – em português, Inteligência de Negócios – é a área responsável por coletar, organizar, analisar e monitorar dados de todos os tipos com o objetivo de criar insumos para a tomada de estratégicas dentro da empresa. Claro que realizar todas essas ações de forma manual é praticamente impossível, ainda mais nos dias de hoje, onde o volume de informação e dados gerados são muito grandes, sem falar na possibilidade de erros nas análises que poderíamos cometer. Por isso, trabalhar com BI depende de softwares robustos, como o Power BI por exemplo, para entregar todo o valor esperado. 

Por que devo usar BI na minha empresa?

Uma das vantagens de utilizar o BI é evitar comportamentos de achismos na hora de tomar uma decisão. Claro que a experiência de seus colaboradores conta muito, mas uma decisão embasada com o apoio de informações maciças e reais torna o seu processo de tomada de decisão mais objetivo e racional. Se ainda está em dúvida quanto à adoção do BI como parte da sua estratégia de negócios, veja abaixo mais algumas boas razões para implementá-lo o quanto antes.

Gestão da informação

Gerar informações hoje em dia não é problema para nenhuma empresa. Planilhas, sistemas, sensores e equipamentos são fontes inesgotáveis de dados. O ponto chave está em gerenciar e organizar esses dados para que sejam combustível para respostas, ao invés de confusão. Com um processo de BI implantado, é possível organizar tudo o que for relevante em painéis e dashboards com informações de todos os níveis gerenciais, facilitando a tomada de decisão.

Otimização do trabalho de equipe

Pare para pensar no tempo que seus funcionários gastam com o levantamento de dados, depois preenchendo planilhas de informações, e analisando informações – tudo manualmente. Tudo isso pode ser feito por softwares de computadores, de forma rápida e prática. Com isso, você libera o tempo de seus colaboradores para empregar em outras atividades mais produtivas e importantes para sua empresa.

Identificação de gargalos

Nenhum processo é perfeito, e é fundamental identificar cada situação que possa se tornar um grande problema – os chamados gargalos. Muitos dos gargalos de um processo começam imperceptíveis, e quando não corrigidos a tempo acabam se tornando graves problemas que podem até ameaçar o negócio como um todo. Através do BI, é possível identificar esses pontos de ruptura da estrutura organizacional e tomar decisões práticas para solucioná-los o quanto antes.

Melhoria contínua dos processos

Quem larga na frente em uma corrida, tem maiores chances de também terminar a corrida na frente. Com o BI não é diferente. Se a companhia já possui um processo de decisão ajustado com bases em informações, e identificam os gargalos o quanto antes, as ações podem ser tomadas de forma mais rápida. Com isso, a otimização dos processos também é mais rápida se comparada com outras companhias que não utilizam o BI. E aqui nem precisamos citar o quanto os processos fazem diferença nos resultados de uma companhia, seja em termos de qualidade, vendas, captação e satisfação dos colaboradores e até principalmente em redução de custos. 

Identificação de oportunidades

O mercado muda rapidamente, e muitas lacunas são criadas por esse dinamismo. São nessas lacunas que surgem os processos de inovação. Se é possível identificar fraquezas e ameaças através do BI, também é possível identificar oportunidades e forças para potencializá-las, tornando a sua empresa mais sólida e robusta. 

Reconhecimento do mercado

Um erro comum da maioria dos analistas é analisar apenas os dados gerados por sua empresa. Existem centenas de milhares de fontes de dados de domínio público, e cruzar dados entre diversas fontes ajuda as empresas a identificar tendências que estão surgindo, ameaças potenciais, comportamentos de consumidores, e outros aspectos que não nascem dentro da sua empresa. É impossível se estabelecer e continuar no mercado sem conhecer seus concorrentes. Com o BI sua empresa será capaz de analisar não somente os seus dados, como uma infinidade de dados que podem lhe oferecer um panorama completo do seu nicho de mercado.

Como aplicar BI na minha empresa?

A implantação e aplicação do Business Intelligence exige muito mais do que escolher a melhor ferramenta. Como vimos, tudo começa com uma mudança de mentalidade, e não pode estar limitada apenas ao analista de negócio ou cientista de dados.

Colaboradores de todas as áreas da empresa devem ser encorajados a usar os dados como base em suas decisões. Aguçar o instinto curioso, comparar cada uma das variáveis e analisar todos os cenários. Garimpar, e não somente consultar. Claro, tudo isso só é possível com dados.

Com a mentalidade transformada e todos os colaboradores envolvidos, aí sim podemos dizer que a empresa tem uma inteligência de negócios. 

Quanto as ferramentas, existem diversas robustas no mercado, e preparadas para atender desde pequenas empresas a grandes corporações. Nós aqui da DATAB utilizamos e ensinamos a trabalhar com ferramentas da Microsoft – principalmente o Power BI – que está na lista da Gartner como líder por 11 anos consecutivos, e é a empresa que está presente há mais tempo nessa lista.

Com o Power BI, é possível realizar conexão com centenas de fontes de dados e permite que analistas cruzem dados e criem métricas utilizando desde opções simples como arrastar e soltar, ou até mesmo indicadores mais avançados através de uma linguagem analítica específica, conhecida como DAX. Se você quer conhecer mais sobre o Power BI, confira nossas turmas presencias e cursos online.

2019-08-07T14:22:26-02:00

Um Comentário

  1. Antonio Carlos FERNANDES 14 de agosto de 2019 em 22:07- Responder

    Boa noite!

    Qual os requisitos para ingressar no aprendizado do BI.
    fico no aguardo de uma resposta.

    Obrigado!

Deixar Um Comentário

Informações de Contato

  • Av. Paulista, 171, Andar 4, Bela Vista, São Paulo/SP CEP 01311-904
  • (11) 9 4052 2499
  • comercial@datab.com.br
  • De Segunda à Sexta-feira Das 9:00 às 18:00

Posts recentes